NOTA ANESG

04/10/2016 13:05h Logomarcamenor anesg25anos

A ANESG – Associação Nacional dos Empregados da GEAP não concorda com as demissões que vem ocorrendo em todo país, prestando solidariedade e apoio aos trabalhadores, tendo em vista entendermos que a redução de despesas administrativas em nada impacta no custeio assistencial, muito pelo contrário, com a diminuição de mão-de-obra qualificada, os serviços operacionais podem ficar comprometidos, podendo impactar negativamente nas despesas assistenciais. Entendemos que outras medidas possam ser tomadas, principalmente com este foco, de redução dos custos assistenciais.

Hoje o dia está sendo de insegurança para todos. Ninguém sabe quem fica ou quem sai. Toda hora um empregado é chamado ao RH. Como trabalhar desta forma? A ANESG, por outro lado não participa da definição destes critérios tendo em vista sua natureza social e recreativa. Nem por isto se omite quanto aos fatos que constrangem a todos por se tratar de um impacto social expressivo em nossas vidas e de nossos colegas de trabalho.

Empregados que dedicaram uma vida a empresa, que a apoiaram e defenderam como se fosse sua própria CASA, sua família. Nos momentos mais difíceis, mais improváveis, estes mesmos empregados estiveram ao lado da GEAP, ajudando no seu pronto reestabelecimento.

Mesmo sendo uma determinação do Conselho (justificativa esta que vem sendo utilizada por alguns gestores), enquanto Conselheiro não concordo com as medidas tomadas. Entendo que uma revisão dos contratos com os prestadores, uma melhor regulação e auditoria nas contas e uma melhor negociação com a rede credenciada traria um impacto financeiro positivo muito maior que o desligamento de vários empregados. Enquanto representante dos assistidos no Conselho, sempre tento e tentarei junto a Diretoria e ao próprio Conselho minimizar o impacto das demissões, propondo um Programa de Desligamento Voluntário ou algo parecido, o que não foi acatado.

Temos, mais uma vez, que encontrar motivação para seguir e não deixar a GEAP enfraquecida. Não podemos deixar falir nossa motivação. Nossa solidariedade aos nossos companheiros e companheiras que nos deixam neste momento. Força e serenidade aos que permaneceram. A GEAP precisará de nós.

 

DIRETORIA NACIONAL DA ANESG

 

 

Mixinternet